Meitriz e a praia fluvial de Além Barco nas terras de ninguém de Arouca

Ponto prévio: é preciso esquecer mapas, gps… e confiar na estrada, que nos vai levar a algum lado. Estamos nos confins de serras e lugares sem gente e o importante é desfrutar do devir, da paisagem selvagem.Percorrem-se quilómetros sem se ver gente, sem carros, a vista está despoluída. Somos esmagados pela Natureza.Andamos entre a serra…

Ler Mais

São Xisto, o rio e a vinha: a irmandade do Douro

São Xisto é um encanto. Pela beleza natural, pela obra hercúlea do homem na decoração das montanhas com a vinha e também por ser um recanto junto ao rio Douro. A aldeia de xisto, o rio e a vinha. São a “Santíssima Trindade” do Douro, os elementos que dão corpo a uma das mais notáveis…

Ler Mais

Berlengas: não há outra praia tão natural e à noite passeia e dorme à luz da lanterna

“Ao mesmo tempo fantasmagóricas e reais, de sonho e de granito, vejo-as sempre como a primeira estação da longa via-sacra que tivemos de percorrer através do grande Oceano. Do alto do seu dorso nu, os Farilhões, que ao longe sucessivamente vão mergulhando e emergindo das ondas, lembram-me irresistivelmente uma frota alinhada e aventureira a caminhar…

Ler Mais

Um banho na praia fluvial mais alta de Portugal – Vale do Rossim, na serra da Estrela

Hoje vamos à praia no alto da serra da Estrela. Em Vale do Rossim, próximo das Penhas Douradas, um dos pontos mais altos de Portugal Continental. E a água não é fria. Estamos a mais de 1.400 metros de altitude em frente de uma enorme lagoa azul que quebra a monotonia dos tons escuros do…

Ler Mais

Uma praia na Foz do Sabor a peixes do rio

A praia fluvial de Foz do Sabor tem tudo para um dia bem passado. Água fresca, sombra, comida tradicional e uma bela paisagem. A aldeia Foz do Sabor é pequena, fica a cerca de uma dezena de quilómetros de Torre de Moncorvo e é conhecida pela gastronomia – os peixes do rio e as migas…

Ler Mais

Praia Fluvial de Santa Clara numa das maiores albufeiras da Europa

No maior concelho português temos uma das maiores albufeiras da Europa. A grandeza fica completa se acrescentarmos que a barragem de Santa Clara é um reconfortante paraíso na torreira do Verão alentejano. O espelho de água fica no interior do concelho de Odemira, a povoação mais próxima é Santa Clara-a-Velha e toda a área envolvente…

Ler Mais

Praia fluvial de Valhelhas: a banhos na serra da Estrela

A caminho de Manteigas, numa das entradas da serra e já com a altitude nos 521 metros, vamos refrescar-nos no meio da natureza. A praia fluvial de Valhelhas é das primeiras a tirar proveito da frescura das águas do Zêzere. O rio aqui ainda é jovem. A nascente fica um pouco mais acima, não muito…

Ler Mais

Dos mais antigos seres vivos no Museu das Trilobites

O Museu das Trilobites no concelho de Arouca, dá-nos a conhecer duas histórias fantásticas. A principal é a de fósseis de varias espécies, em particular as trilobites que viveram no mar durante 300 milhões de anos. Terão sido dos mais antigos seres vivos! Acrescenta-se o facto de no museu podermos ver algumas das maiores em…

Ler Mais

Os segredos de Santa Maria que foi ilha duas vezes

A ilha de Santa Maria tem seis milhões de anos e é a mais velha do arquipélago dos Açores. Na verdade, já foi duas vezes ilha. Na primeira vez tinha a forma de vulcão. Com o fim da actividade vulcânica e com a erosão marítima transformou-se num banco submarino. Neste período desapareceu completamente e houve…

Ler Mais

Temos muito para escavar e descobrir na cidade romana de Ammaia!

Cidade romana de Ammaia, no concelho de Marvão. Terá dois mil anos e está quase toda por descobrir – 25 hectares

Ler Mais

A gruta do Escoural da natureza e de caçadores

A Gruta do Escoural é um dos refúgios da nossa história e um encanto pela beleza natural do calcário que se mostra robusto em algumas partes, noutros cantos os pedaços estão num equilíbrio periclitante e no tempo de chuva revela que é um abrigo com muitas fissuras. O espaço não é muito grande. A gruta…

Ler Mais

Anta Grande do Zambujeiro – alguém se importa de evitar a queda da anta mais alta do mundo!

Anta Grande do Zambujeiro, no concelho de Évora, é a mais alta do mundo.

Ler Mais

O gracioso Cromeleque de Vale Maria do Meio

O Cromeleque de Vale Maria do Meio é um lugar onde podemos sorrir e ficar serenos com a história dos nossos antepassados. Um passado longínquo. Há 7 a 8 mil anos. Alguns dos 34 menires do cromeleque têm um aspeto gracioso, outros são mais pequenos e com formas distintas e na região de Évora até…

Ler Mais

O solstício de Verão no Cromeleque dos Almendres, o maior da Península Ibérica

O Crolmeque dos Almendres, no concelho de Évora, tem 94 menires e é o maior da Peninsula Ibérica.

Ler Mais

Aqueduto das Águas Livres tem o maior arco de pedra em ogiva do mundo

O Aqueduto das Águas Livres foi construído tardiamente, rapidamente se percebeu que era insuficiente para resolver o problema da falta de água em Lisboa, mas é uma das obras que marca a cidade. A monumentalidade em Alcântara é esmagadora. Os arcos atravessam o vale numa extensão de 940 metros e, conforme salienta Mariana Castro Henriques,…

Ler Mais

O belo e monumental aqueduto da Amoreira em Elvas

Poucas construções em Portugal marcam tanto a imagem de uma cidade como o aqueduto da Amoreira em Elvas.Disputa a atenção na paisagem urbana com fortes e muralhas. No vale de S. Francisco torna-se absolutamente dominante porque os arcos ultrapassam os 30 metros de altura.São, a par do Forte da Graça que se ergue vigilante num…

Ler Mais

A porta da casa é no Aqueduto de Évora

O aqueduto de Évora está quase a fazer 500 anos e ainda transporta água quase até à cidade. É uma das obras monumentais da cidade e foi apropriado pelo casario, essencialmente num dos lugares simbólicos: na rua do Cano.O aqueduto da Água de Prata foi inaugurado em Março de 1537 e transportou água até à…

Ler Mais

Artesanato de junco de Coz

Artesanato de junco em Coz, concelho de Alcobaça. Na adega das monjas. Coz arte visa divulgar a arte que corre o risco de desaparecer.

Ler Mais

A sedução das cerejas

Esta é a época das cerejas. Vai, o mais tardar, até Agosto. Mas, este ano, não tem sido um processo fácil. O tempo não ajudou na produção e a pandemia dificulta o escoamento da pouca que, em algumas zonas, se salvou da intempérie do final de Maio. Um contexto que reforça uma atitude solidária e…

Ler Mais

“Alma até Almeida”, a fortaleza do tempo

Almeida mantém-se como uma vigorosa fortaleza. No passado, a estrutura em hexágono protegia da guerra, dos invasores espanhóis e franceses. Hoje, a muralha preserva a identidade e um fabuloso património. Almeida fica numa zona plana e só temos uma perceção clara da vila quando nos aproximamos da praça-forte. As elevações, os canhões, o enorme fosso……

Ler Mais

Marvão a vila fortaleza

Marvão não tem uma fortaleza. O próprio local já é uma fortaleza! Está no topo de um monte com 860 metros de altitude e com encostas escarpadas. Rochas enormes em posição vertical e que foram muito mais eficazes que as construções defensivas. A fortaleza é em primeiro lugar uma obra da natureza. As enormes muralhas…

Ler Mais

Elvas “a chave do reino”

Elvas tem o maior sistema de defesa com baluartes do Mundo e, recorrendo a uma metáfora, podemos dizer que é uma cidade à prova de bala ou a tiro de canhão. Na ficção científica, seria “a base da Guerra das Estrelas”. Passo a citar que conhece bem a cidade, Margarida Ribeiro: “Elvas é uma cidade…

Ler Mais

Peniche a chave do reino por mar

Peniche foi considerada há alguns séculos a “chave do reino” por via marítima e, por isso, é uma das zonas com mais fortalezas em Portugal. A proteção natural da costa de Peniche é significativa e um apoio relevante para a função de defesa. Um exemplo é o deslumbrante Cabo Carvoeiro com as suas escarpas de…

Ler Mais

Caparica com praia e a arte registada

Pescadores de Ílhavo ou Ovar fundaram colónias no litoral, como a Costa da Caparica Portugal, o Mediterrâneo e o Atlântico; Orlando Ribeiro Muitos banhistas assistem com frequência à faina da pesca nas praias da Costa da Caparica. É uma arte secular e a arte Xávega até foi registada no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.…

Ler Mais

O Cabo Espichel e o santuário do mar

O Cabo Espichel é um dos lugares mais procurados do Parque da Serra da Arrábida porque agrega tudo: monumentalidade, paisagem deslumbrante, isolamento e mistério e património civil e religioso. As marcas da ocupação humana tornam-se mais ténues e raras, como se esta se degradasse antes de atingir os limites impostos pela Natureza: casais isolados, povoaçõs…

Ler Mais

Bordar com casca de castanha

A utilização da casca de castanha em bordados já tem alguma tradição. Há quadros no museu de Marvão que são do século XIX que o provam.As cascas são justapostas ao linho através de linhas e produzem um efeito decorativo invulgar.As cascas são usadas nos dois lados e por vezes sobrepostas. Deste modo consegue-se um efeito…

Ler Mais

O Guadiana do contrabando

O vale do Guadiana foi fértil no contrabando. Apesar de 3 em 3 km haver postos de vigia dos Carabineros ou da Guarda Fiscal – por exemplo, entre Pomaraão e Vila Verde de Ficalho havia cerca de 15 postos – o comércio clandestino foi uma importante fonte de rendimentos para as famílias dos dois lados…

Ler Mais

O Pulo do Lobo selvagem

O Pulo do Lobo continua selvagem depois de ter deixado de ser um segredo bem guardado. Hoje o ex-líbris do Parque Natural do Vale do Guadiana já entra nos roteiros turísticos mas continua agreste, arrepiante e indomável. A queda de água, as rochas, a força da natureza, o lugar isolado… tudo revela uma força selvagem…

Ler Mais

O refúgio de Verão na Tapada Grande

A praia fluvial da Tapada Grande está inserida no Parque Natural do Vale do Guadiana e é um refúgio para o calor do Alentejo nesta região de Mértola. O Parque tem uma oferta grande de passeios e de descobertas. A pé, de carro, de bicicleta…e um dos lugares mais interessantes é o Pulo do Lobo.…

Ler Mais

Na tecelagem Mértola ainda se fia e carda a lã

A Oficina de Tecelagem de Mértola é um bom lugar para se ver uma parte importante do ciclo da lã. Além de serem feitas as tradicionais mantas de lã podemos ainda ver um processo que já é raro: cardar e fiar a lã. Compram a lã aos pastores e fazem todo o processo de preparação…

Ler Mais