A picagem das armas dos condes de Atouguia

O 11º e último Conde de Atouguia foi supliciado em Lisboa em 13 de Janeiro de 1759. Estava acusado de cumplicidade na tentativa de homicídio do rei D. José. O “azar dos Távoras” de Jerónimo de Ataíde é que era casado com Mariana Bernarda de Távora, filha dos marqueses de Távora, uma linhagem que foi…

Ler Mais

Beco do Chão Salgado

Onde hoje é o Beco do Chão Salgado existiu, até meados do século XVIII, o palácio do Duque de Aveiro. Foi destruído e salgado o terreno para nada mais crescer.O duque de Aveiro foi acusado de ser o autor do disparo contra o rei D. José em 1758 e pagou com a vida. O rei…

Ler Mais

Igreja da Memória do tiro ao rei

A igreja da Memória tem vários nomes. Também é designada por de Nossa Senhora do Livramento ou de S. José. Todas estas designações remetem para o motivo porque foi construída. Foi neste local que o rei D. José sofreu um atentado em 1758. Três anos depois do tremor de terra de 1755. Na altura, a…

Ler Mais

Carlos Marques – o contador de histórias irrepetíveis

Carlos Marques é um dos vários andarilhos que anda pelo país a contar histórias. Entra em cena como se tratasse de uma conversa de café, com amigos, vai perguntando a cada um coisas da vida mundana, mas é um jogo, uma técnica de sedução que pratica em “bibliotecas, festivais, encontros, teatros, salas de espetáculo…”. A…

Ler Mais

A vaca ou Salazar na origem do carnaval luso-brasileiro da Mealhada

O carnaval da Mealhada teve sempre uma forte critica social e foi uma marca que ganhou tradição. No entanto, o carnaval  deu uma grande volta em 1971. Foi neste ano que começou a fase actual do Carnaval Luso-Brasileiro da Bairrada. Curiosamente tudo se deve à Santa Ana, à determinação de um militante comunista e à morte…

Ler Mais

Jardim Botânico da Ajuda: o primeiro “Centro de Ciência Viva” em Portugal

É o primeiro jardim botânico em Portugal e até foi pioneiro como centro de ciência natural.

Ler Mais

O visionário Pina Manique

O poder é uma mão cheia de nada. Quem tiver dúvidas que vá a Manique do Intendente para o testemunhar.

Ler Mais

Marquês de Pombal – a vã glória de mandar

A praça Marquês de Pombal na terra que viu morrer um dos homens com mais poder em Portugal é um bom exemplo de como pode ser vã a glória de mandar.

Ler Mais