Um mergulho nos Olhos da Fervença em Cantanhede

Vamos à nascente dar um mergulho. A praia fluvial dos Olhos da Fervença fica mesmo ao lado da estação elevatória que abastece o concelho de Cantanhede. A água corre depois por um leito estreito e, de seguida, dá corpo a uma enorme piscina.A Praia Fluvial dos Olhos da Fervenca tem o piso em areia e…

Ler Mais

Meitriz e a praia fluvial de Além Barco nas terras de ninguém de Arouca

Ponto prévio: é preciso esquecer mapas, gps… e confiar na estrada, que nos vai levar a algum lado. Estamos nos confins de serras e lugares sem gente e o importante é desfrutar do devir, da paisagem selvagem.Percorrem-se quilómetros sem se ver gente, sem carros, a vista está despoluída. Somos esmagados pela Natureza.Andamos entre a serra…

Ler Mais

São Xisto, o rio e a vinha: a irmandade do Douro

São Xisto é um encanto. Pela beleza natural, pela obra hercúlea do homem na decoração das montanhas com a vinha e também por ser um recanto junto ao rio Douro. A aldeia de xisto, o rio e a vinha. São a “Santíssima Trindade” do Douro, os elementos que dão corpo a uma das mais notáveis…

Ler Mais

Fajão da serra do Açor

Fajão tem o encanto de muitas outras aldeias de xisto e não tem o inconveniente de excesso de visitantes no Verão. Um dos motivos é porque está escondida na serra do Açor, a meio caminho entre Pampilhosa da Serra, a sede de concelho, e Arganil. O próprio acesso a Fajão já merece uma viagem. Por…

Ler Mais

Com esta praia fluvial até o Castelo fica Novo

Surpresa!. Nada faz esperar uma praia fluvial, um curso de água fluido em pleno verão e um ambiente de lazer e fresco, perante a aridez da serra. A praia fluvial Castelo Novo é um oásis na serra da Gardunha. Quando nos aproximamos de Castelo Novo sentimos a secura da serra. A Penha e um manto…

Ler Mais

Berlengas: não há outra praia tão natural e à noite passeia e dorme à luz da lanterna

“Ao mesmo tempo fantasmagóricas e reais, de sonho e de granito, vejo-as sempre como a primeira estação da longa via-sacra que tivemos de percorrer através do grande Oceano. Do alto do seu dorso nu, os Farilhões, que ao longe sucessivamente vão mergulhando e emergindo das ondas, lembram-me irresistivelmente uma frota alinhada e aventureira a caminhar…

Ler Mais

Um banho na praia fluvial mais alta de Portugal – Vale do Rossim, na serra da Estrela

Hoje vamos à praia no alto da serra da Estrela. Em Vale do Rossim, próximo das Penhas Douradas, um dos pontos mais altos de Portugal Continental. E a água não é fria. Estamos a mais de 1.400 metros de altitude em frente de uma enorme lagoa azul que quebra a monotonia dos tons escuros do…

Ler Mais

Uma praia na Foz do Sabor a peixes do rio

A praia fluvial de Foz do Sabor tem tudo para um dia bem passado. Água fresca, sombra, comida tradicional e uma bela paisagem. A aldeia Foz do Sabor é pequena, fica a cerca de uma dezena de quilómetros de Torre de Moncorvo e é conhecida pela gastronomia – os peixes do rio e as migas…

Ler Mais

A melhor praia do Mundo é a de Mira

A praia de Mira é uma das melhores e maiores de Portugal e é a única em todo o Mundo com Bandeira Azul desde a sua atribuição, há mais de 30 anos. Mira é também uma praia com a tradição da arte xávega. Há mais de 30 anos que o imenso areal de mais de…

Ler Mais

Praia Fluvial de Santa Clara numa das maiores albufeiras da Europa

No maior concelho português temos uma das maiores albufeiras da Europa. A grandeza fica completa se acrescentarmos que a barragem de Santa Clara é um reconfortante paraíso na torreira do Verão alentejano. O espelho de água fica no interior do concelho de Odemira, a povoação mais próxima é Santa Clara-a-Velha e toda a área envolvente…

Ler Mais

Praia Fluvial do Gameiro é um dos paraísos no Alentejo

A Praia Fluvial do Gameiro é um paraíso no Alentejo em particular nos dias quentes de Verão. A praia está inserida num parque que oferece lazer e contacto com a natureza praticamente durante todo o ano, mas é no Verão que é mais procurada. O Parque Ecológico do Gameiro é inclusivo e também a praia.…

Ler Mais

Um Poço Azul e de encantos naturais em São Pedro do Sul

O Poço Azul é uma obra inacabada da Natureza. É um refúgio em construção há milhares de anos e que está em permanente evolução.Fica perto de Sobrosa, no concelho de São Pedro do Sul. A ribeira da Landeiras na ânsia de se juntar ao rio Vouga, passa por caminhos estreitos, selvagens, ultrapassa rochas graníticas, vai…

Ler Mais

Praia fluvial de Valhelhas: a banhos na serra da Estrela

A caminho de Manteigas, numa das entradas da serra e já com a altitude nos 521 metros, vamos refrescar-nos no meio da natureza. A praia fluvial de Valhelhas é das primeiras a tirar proveito da frescura das águas do Zêzere. O rio aqui ainda é jovem. A nascente fica um pouco mais acima, não muito…

Ler Mais

Praia Fluvial da Congida – um mergulho no Douro na terra quente trasmontana

Um oásis na “terra quente” transmontana. Na praia fluvial da Congida refrescamo-nos no rio Douro, descansamos à sombra num relvado, descobrimos de barco o rio e podemos saborear peixes do rio. O que impressiona logo à primeira vista é a paisagem. O rio Douro espraia-se, o vale é profundo, mas não é encaixado como uns…

Ler Mais

Meimão: a Lagoa das sete Cidades na Malcata

Na estrada que se despede de Meimão a caminho do Sabugal, na serra da Malcata, temos uma das paisagens mais bonitas da Beira Baixa. Do miradouro Nossa Senhora do Pilar vemos a aldeia rodeada de duas lagoas enormes. É a albufeira da barragem da Meimoa que pinta de azul a mancha verde da serra. Henrique…

Ler Mais

Janarde de pura natureza junto ao rio Paiva e no meio de serras de Arouca

Janarde é uma pequena aldeia do concelho de Arouca que preserva fortes traços do universo rural e está num lugar isolado. Serras cercam o vale. Estamos rodeados de natureza. Fora do pequeno espaço urbano os únicos vestígios da intervenção humana são os cabos de transporte de energia eletrica e o serpentear da estrada. Quem define…

Ler Mais

Algodres tem um pelourinho “com uma altura que é uma coisa maluca”

Os relatos de viagens estão cheios de hipérboles e uma das inspirações é em Algodres. Estamos a 700 metros de altitude, no topo de uma encosta, e o miradouro do alto da vila é uma das varandas com melhor vista para a serra da Estrela.O granito domina no casario. Na construção das casas e nos…

Ler Mais

Vide está no melhor de dois mundos

Vide é um breve ponto de passagem entre as serras do Açor e da Estrela e faz também a ligação entre os vales e alguns dos lugares mais altos de Portugal. Conjuga ainda a natureza do xisto com a montanha de granito. Está no melhor de dois mundos. O elo de ligação é uma bonita…

Ler Mais

O “Mar Morto” de Rio Maior

O nosso Mar Morto é hoje uma fonte de sal de excelente qualidade. As Salinas de Rio Maior são também uma paisagem única no interior so país. A imagem de ter existido um mar morto próximo de Rio Maior, no sopé da serra dos Candeeiros, fui pedir emprestada a José Lourenço que acolhe os visitantes…

Ler Mais

Atravessar as Portas de Ródão

O geomonumento Portas de Ródão em Vila Velha de Ródão.

Ler Mais

Dos mais antigos seres vivos no Museu das Trilobites

O Museu das Trilobites no concelho de Arouca, dá-nos a conhecer duas histórias fantásticas. A principal é a de fósseis de varias espécies, em particular as trilobites que viveram no mar durante 300 milhões de anos. Terão sido dos mais antigos seres vivos! Acrescenta-se o facto de no museu podermos ver algumas das maiores em…

Ler Mais

Os segredos de Santa Maria que foi ilha duas vezes

A ilha de Santa Maria tem seis milhões de anos e é a mais velha do arquipélago dos Açores. Na verdade, já foi duas vezes ilha. Na primeira vez tinha a forma de vulcão. Com o fim da actividade vulcânica e com a erosão marítima transformou-se num banco submarino. Neste período desapareceu completamente e houve…

Ler Mais

Vulcão dos Capelinhos – a inédita e mais recente paisagem em Portugal

O vulcão dos Capelinhos é uma paisagem sem paralelo em Portugal e até em todo o oceano Atlântico. Cerca de 2 km2 de terra que têm 60 anos. Agiganta-se o farol no meio da areia escura e fina. É um manto negro que ondula em direção ao mar. Ganha maior densidade quando nos aproximamos da…

Ler Mais

A misteriosa Necrópole de Carenque

A região de Carenque, próximo de Lisboa, é um livro de História. Um dos registos mais antigos é o das pegadas dos dinossauros de há 90 milhões de anos. Mais próximo de nós, mesmo assim, há cerca de seis mil anos, temos a Necrópole de Carenque ou do Tojal de Vila Chã. São três grutas…

Ler Mais

Temos muito para escavar e descobrir na cidade romana de Ammaia!

Cidade romana de Ammaia, no concelho de Marvão. Terá dois mil anos e está quase toda por descobrir – 25 hectares

Ler Mais

Ver e participar em trabalhos de arqueologia: desenterrar mortos da nobreza e do povo em Sarilhos Grandes

Vamos descobrir os segredos de Sarilhos Grandes. Ver e participar na descoberta. Mesmo sem termos grandes conhecimentos de arqueologia podemos contribuir para a revelação da necrópole de Sarilhos Grandes, numa ermida e em redor da igreja de S. Jorge. Os trabalhos arqueológicos são retomados a 13 de Julho e devem terminar no inicio de Outubro.…

Ler Mais

Ver e participar em trabalhos de arqueologia – villas romanas no Rabaçal

A Beatrice, artista de mosaico contemporâneo é francesa e há 10 anos que vem com amigas ajudar a manutenção e reparação de mosaicos da Villa Romana do Rabaçal, no concelho de Penela. No ano passado juntaram-se dois ingleses e mais voluntários portugueses, na maioria estudantes de arqueologia e antropologia, que complementam a sua formação académica…

Ler Mais

A gruta do Escoural da natureza e de caçadores

A Gruta do Escoural é um dos refúgios da nossa história e um encanto pela beleza natural do calcário que se mostra robusto em algumas partes, noutros cantos os pedaços estão num equilíbrio periclitante e no tempo de chuva revela que é um abrigo com muitas fissuras. O espaço não é muito grande. A gruta…

Ler Mais

Anta Grande do Zambujeiro – alguém se importa de evitar a queda da anta mais alta do mundo!

Anta Grande do Zambujeiro, no concelho de Évora, é a mais alta do mundo.

Ler Mais

O gracioso Cromeleque de Vale Maria do Meio

O Cromeleque de Vale Maria do Meio é um lugar onde podemos sorrir e ficar serenos com a história dos nossos antepassados. Um passado longínquo. Há 7 a 8 mil anos. Alguns dos 34 menires do cromeleque têm um aspeto gracioso, outros são mais pequenos e com formas distintas e na região de Évora até…

Ler Mais