A Formosa ria do Algarve

Da Praia do Ancão até à Praia de Manta Rota o enquadramento natural da Ria Formosa tem grandes diferenças.

Ao longo dos 60 kms de extensão da ria são várias as companhias que organizam passeios de barco. Com programas já definidos ou personalizados. Por isso, é preciso escolher e a opção que fizemos foi a mais barata.
site_barco_olhao_2965No transporte regular de passageiros entre Olhão e o Farol. Ida e volta não chega a 5 euros. A viagem ao final da tarde, com paragem na Culatra, demorou cerca de duas horas.

Na partida sente-se a agitação da frente ribeirinha de Olhão. Do cais de embarque, o mercado e os terraços do topo das casas do centro histórico que são marcas identitárias da Capital da Ria Formosa.
site_olhao_ria_DSCF1591Na viagem de ida sente-se também a vivacidade da ria com muitas aves e embarcações a circular. Barcos de recreio e táxis que levam passageiros às cinco ilhas que servem de barreira ao mar.
site_barco_olhao_culatra_2987A primeira paragem foi na Culatra onde há uma forte comunidade de pescadores.
A Ria Formosa é rica em peixe, marisco e bivalves. Por exemplo, cerca de 80 % da exportação de ameijoa é apanhada aqui. É a atividade de Manuel há cerca de 50 anos.
ManuelAnda pela Ria Formosa. Uma vezes mais perto, outras mais longe. “Depende dos marés”. Aprendeu com o pai “que também ia ao mar”, mas os filhos mudaram de rumo. “Trabalham em terra porque não gostam do mar”.
É a tendência dos últimos anos. Menos gente e menos barcos na pesca. site_barco_olhao_DSCF1606O senhor João, que vende peixe no mercado municipal de Olhão e que também andou a pescar nestas águas há algumas décadas atrás, diz que foi grande a mudança na Ria Formosa. “Está mil vezes diferente. Em todos os aspetos. Antigamente os pescadores trabalhavam com mais liberdade. Agora há mais fiscalização e é proibido apanhar o peixe pequeno. A atividade de pesca agora é mais consciente. Por outro lado, também se verifica que a ria é mais limpa.”
Hoje a maior parte das embarcações são de recreio. No Verão há milhares de visitantes que vão para as ilhas.
Cais na CulatraNa viagem de regresso o barco enche-se de gente de toalha na mão que vem das praias. O sol vai desaparecendo e coloca-se atrás do aeroporto de Faro. Uma bola laranja para onde convergem os aviões.

Mercado de Olhão
Mercado de Olhão

Regressam também pequenas embarcações ao cais de Olhão onde os tons alaranjados do por do sol se confundem com as paredes de tijolo do bonito mercado municipal.
A Formosa ria do Algarve faz parte do programa da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s