O museu dos milagres de Perafita

Perafita é terra de milagres e o primeiro que foi registado terá ocorrido no século XVII. Quase todos estão registados e ilustrados no Santuário, como se fosse um museu dos milagres.
A romaria do Senhor dos Milagres de Perafita é de 13 a 17 de Agosto e o feriado do dia 15 é o ponto alto da festa.
siteb_perafita2mMas primeiro vamos à Capela do Senhor do Monte que está no alto da encosta, junto ao Calvário.

Para se visitar pede-se a chave ao senhor Dias e ele vai mostrar-nos as cinco figuras à escala humana que estão em redor de Cristo deitado na cruz, quando da crucificação. Chamam-lhes os “judeus” e o nome alargou-se aos habitantes.
Da capela vê-se a aldeia que é bonita e com casas antigas.

siteG_perafita2n
Vista da aldeia a partir da Capela

As mais ornamentadas em pedra fazem parte do Santuário do Senhor de Perafita que engloba a igreja, a Casa dos Milagres, a Capela do Senhor dos Milagres, a Fonte e o Calvário.
Fazem um percurso pelo interior da aldeia que fica na encosta da serra.
O santuário começou a ser construído no século XVIII, algumas décadas depois do milagre na Fonte Santa.

Tratava-se de um pastor que tinha lepra. Um dia bateu com o pau numa fraga, saiu um pouco de água com a qual ele se lavou e ficou curado. Chamam “a lenda”. Segundo o Sr. Dias a fonte passou a ser santa. Foi o ponto de partida para muitos outros milagres. Para se solidificar a crença no “Senhor dos Milagres de Perafita” ou “Senhor de Perafita” que ganhou  fama em toda a região.

Casa dos Milagres ©NucleoMuseologicoCasadosMilagres
Casa dos Milagres ©NucleoMuseologicoCasadosMilagres

Há mesmo um edifício chamado a Casa dos Milagres que é um museu onde se encontram muitos ex-votos e instrumentos utilizados pelo povo.

Casa dos Milagres ©NucleoMuseologicoCasadosMilagres
Casa dos Milagres ©NucleoMuseologicoCasadosMilagres

Por exemplo, uma balança onde se fazia a correspondência entre o peso da pessoa que precisava de ajuda divina e a mesma quantidade de milho ou centeio que era oferecida à igreja.

Casa dos Milagres ©NucleoMuseologicoCasadosMilagres
Casa dos Milagres ©NucleoMuseologicoCasadosMilagres

A Casa dos Milagres foi restaurada e tem uma das maiores coleções de ex-votos. 94 tábuas votivas de óleo sobre madeira datadas de 1758 a 1896, onde se contam os milagres ou as graças concedidas.

Residentes de Perafita. O sr. Dias está no centro
Residentes de Perafita. O sr. Dias está no centro

Muitas destas histórias fazem parte do imaginário de uma comunidade que vive intensamente a crença na fé e nas lendas.
Perafita pertence à freguesia de Vila Verde e fica no concelho de Alijó. Segundo o historiador José Hermano Saraiva “é uma das mais emocionantes aldeias transmontanas”. Tem muitas casas antigas, algumas estão recuperadas mas todo o conjunto ainda mantém a traça medieval.
siteb_perafita1tO Santuário está classificado como Conjunto de Interesse Público. Ver a monografia O Santuário do Senhor de Perafita de Natália Ferreira Alves.
Sobre o património local e as romarias pode consultar o Núcleo Museológico da Casa dos Milagres em Perafita

site_casa_milagres_murmurioO museu dos milagres de Perafita faz parte do programa da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s