Idanha-a-Velha “Revive” a Casa Marrocos

Idanha-a-Velha faz parte da rede de Aldeias Históricas de Portugal e, na verdade, é uma aldeia museu. Fundada um século antes de Cristo, Idanha-a-Velha já foi uma grande cidade, até sede episcopal e por lá passaram romanos, suevos, visigodos, muçulmanos e cristãos. Foi repetidas vezes conquistada e reconquistada. Do apogeu passou à decadência, tendo até … Continue a ler Idanha-a-Velha “Revive” a Casa Marrocos

O resistente Castelo Novo

Ponto prévio: Castelo Novo tem um impressionante enquadramento natural mas parte da riqueza paisagística foi recentemente destruída com os incêndios. No entanto, continua a ser de visita obrigatória devido ao fabuloso casario e património histórico que mantêm a traça original, mesmo que caia de pé, como as ruínas do Castelo que há cerca de 800 … Continue a ler O resistente Castelo Novo

Aigra Nova – leve uma cenoura e prove uma gamelinha

Aigra Nova é uma das aldeias de xisto do concelho de Góis mais bem preservada e com mais pontos de interesse para os visitantes. Isso deve-se, em grande parte, a uma associação sem fins lucrativos que procura conservar e valorizar o património local, a Lousitânea, Liga de Amigos da Serra da Lousã. Foi criada em … Continue a ler Aigra Nova – leve uma cenoura e prove uma gamelinha

Comareira – a dona Céu já não mora aqui

Maria do Céu e a filha nasceram e viveram muitos anos na Comareira.  Agora não, foram embora. No presente, Comareira não tem qualquer habitante durante a noite. Episodicamente alguns turistas pernoitam numa das casas de xisto que foi recuperada. Há uma outra casa que dá sinais de estar habitada, tem horta ao lado e animais. … Continue a ler Comareira – a dona Céu já não mora aqui

Caminhar no xisto da serra da Lousã

As aldeias de xisto são uma das marcas da serra da Lousã e quatro estão muito próximas. São também das mais genuínas. Um percurso pedestre permite descobrir Comareira, Aigra Nova, Aigra Velha e Pena e também a serra, as paisagens, a herança da presença humana quando estas aldeias estavam povoadas. O percurso tem cerca de 9km … Continue a ler Caminhar no xisto da serra da Lousã

Que boa vida era a de Martim Branco

Martim Branco é uma pequena aldeia que fica próximo de Almaceda, no concelho de Castelo Branco. Tem pouco mais de duas dezenas de habitantes.A construção tradicional das casas de xisto, concentra-se na Rua da Bica. São cerca de uma dezena de habitações e palheiros. As casas tradicionais são de xisto misturado com seixos e no … Continue a ler Que boa vida era a de Martim Branco

Piódão só é Presépio em época baixa

A Aldeia Presépio perdeu algum do seu encanto porque as ruas estão cheias de visitantes. O espírito de uma aldeia isolada, histórica, inserida num belo contexto paisagístico na serra do Açor foi fortemente condicionado por hordas de turistas. De todas as aldeias de xisto, o Piódão foi, talvez, a que teve mais sucesso e isso também … Continue a ler Piódão só é Presépio em época baixa

O Padre Costa de Trancoso que teve 299 filhos

Acredita que um padre tivesse 299 filhos? É uma lenda que em Trancoso foi vivida como verdadeira e muito recentemente os residentes até se orgulhavam de poderem ser descendentes do padre Costa. Santos Costa, historiador, é autor de um romance onde a figura central é o padre Francisco ou Fernando Costa. Há dúvidas sobre o verdadeiro … Continue a ler O Padre Costa de Trancoso que teve 299 filhos