Roteiro de vivências genuínas nas aldeias do xisto do Tejo e Ocreza

As quatro Aldeias do Xisto da zona do Tejo e do Ocreza são das menos conhecidas e, por isso, têm a vantagem do isolamento e de oferecerem imagens e vivências genuínas e que remetem para algumas décadas atrás. Figueira, Martim Branco e Sarzedas estão relativamente próximas. Água Formosa, no concelho de Vila de Rei, está…

Ler Mais

O deslumbrante voo do Açor na rota das Aldeias do Xisto

São cinco as Aldeias de Xisto na serra do Açor. Vila Cova de Alva, Benfeita, Fajão, Sobral de S. Miguel e Aldeia das Dez. No entanto, a aldeia mais associada ao xisto é Piódão. Pertence à rede de Aldeias Históricas e terá conquistado o lugar por razões políticas. Independentemente das organizações a que pertencem, o…

Ler Mais

Rota pelas Aldeias do Xisto que acompanham o Zêzere

A paisagem na Barroca, Janeiro de Cima (concelho do Fundão), e Janeiro de Baixo (Pampilhosa da Serra) é muito parecida, com o domínio de serras altas. Álvaro (Oleiros) fica sensivelmente a meio e, do ponto de vista paisagístico, o rio corre por vales mais abertos e serpenteia as serras com os famosos meandros, alargando o…

Ler Mais

Janarde de pura natureza junto ao rio Paiva e no meio de serras de Arouca

Janarde é uma pequena aldeia do concelho de Arouca que preserva fortes traços do universo rural e está num lugar isolado. Serras cercam o vale. Estamos rodeados de natureza. Fora do pequeno espaço urbano os únicos vestígios da intervenção humana são os cabos de transporte de energia eletrica e o serpentear da estrada. Quem define…

Ler Mais

Pedrógão Pequeno e o pelourinho desastrado

Pedrógão Pequeno faz parte das Aldeias de Xisto mas as casas estão rebocadas de branco. O mais visível é o granito nas cantarias das portas e janelas. O centro histórico está preservado, com o casario a manter a traça original e as ruas de pedra, estreitas a sinalizarem o ritmo da caminhada. Muitas casas foram…

Ler Mais

Casal de São Simão é uma das mais bonitas Aldeias do Xisto

Casal de São Simão fica no concelho de Figueiró dos Vinhos, escondida no meio da serra e protegida por São Simão que está na ermida no topo do monte desde o séc. XV. Casal de São Simão é pequena, tem cerca de duas dezenas de casas e é o traçado de uma rua que desce a…

Ler Mais

Candal para namorar ou passar o tempo

Candal impressiona logo à primeira vista. A forma como as casas estão integradas na serra, a sua disposição e os materiais de xisto e madeira fazem um retrato que se torna ainda mais interessante em dias de nevoeiro. A aldeia é um anfiteatro de casas que sobe uma encosta íngreme até ao miradouro. Daqui podemos contemplar…

Ler Mais

O entrudo nas aldeias de xisto de Góis

Este Domingo, a partir das 8h, começa a Corrida do Entrudo em quatro aldeias de xisto do concelho de Góis. O ponto de encontro é na Aigra Nova onde a Lousitânea tem a sede e um ecomuseu. A Lousitânea, Liga de Amigos da Serra da Lousã, é quem organiza a Corrida do Entrudo que há…

Ler Mais

Janeiro de Baixo entre os meandros do Zêzere

O Zêzere num dos seus meandros abraça Janeiro de Baixo. O rio pode ser visto do alto da aldeia, próximo da igreja. Temos um miradouro que revela a largura do Zêzere e que é ampla. Junto à água há uma roda de pedra que aproveitava a força motriz do Zêzere. Um caminho improvisado desce do…

Ler Mais

Chãs d’Égua e de gravuras rupestres

Uma caminhada na Serra do Açor com vista para gravuras com quase cinco mil anos é a proposta do Centro Interpretativo de Arte Rupestre em Chãs d’Égua, próximo do Piódão.

Ler Mais

Fontão de beleza natural

Um roteiro de nostalgia. Uma visita a uma aldeia sem residentes permanentes. Fontão tem cerca de 25 casas, quase todas em xisto, está isolada num vale profundo a 5 km da estrada principal e a 8 km de Loriga, no concelho de Seia. Nostalgia também para quem aqui viveu e só em poucos dias durante…

Ler Mais

Sobral de xisto de S. Miguel

Sobral de S. Miguel, concelho da Coivilhã, é das da Rede Aldeias de Xisto e tem um ambiente muito romântico.

Ler Mais

Uma Barroca de sensações no roteiro de xisto

A Barroca é uma Aldeia de Xisto, faz parte do concelho do Fundão e a herança do último século deixou uma profunda dualidade. É uma aldeia rural, namora o rio Zêzere que lhe dá nutrientes para alimentar um solo pobre, mas ao mesmo tempo sofre da profunda intervenção do homem na extração mineira. É uma…

Ler Mais

Aldeia das Dez vistas para as serras da Estrela e do Açor

A Aldeia das Dez fica na serra do Açor, no concelho de Oliveira do Hospital e faz parte da rede das Aldeias de Xisto. No entanto, quando se chega à povoação pensamos que deve haver engano porque, com excepção da antiga cabine telefónica, as construções são de granito. Fernando Mendes tem um café e um mini-mercado…

Ler Mais

A Pena do Penedo Abelha

A Pena é a maior das aldeias de xisto desta zona da serra da Lousã.Uma habitante, com um sorriso, disse-nos que a aldeia ainda tem três jovens que vão para a escola. Outras há nesta região que não têm um único estudante.No entanto, antes da emigração para França, havia muitos mais e tinham de ir…

Ler Mais

Aigra Nova – leve uma cenoura e prove uma gamelinha

Aigra Nova é uma das aldeias de xisto do concelho de Góis mais bem preservada e com mais pontos de interesse para os visitantes.Isso deve-se, em grande parte, a uma associação sem fins lucrativos que procura conservar e valorizar o património local, a Lousitânea, Liga de Amigos da Serra da Lousã. Foi criada em 2001…

Ler Mais

Aigra Velha e enigmática

Aigra Velha é muito pequena, tem meia dúzia de casas, mas é das mais enigmáticas e interessantes entre as várias aldeias de xisto desta parte da serra da Lousã. A maior parte das casas são térreas com portas de madeira e algumas guardavam animais. Ouviam-se cabras numa das casas e noutra um cão fazia imenso…

Ler Mais

Comareira – a dona Céu já não mora aqui

Maria do Céu e a filha nasceram e viveram muitos anos na Comareira.  Agora não, foram embora. No presente, Comareira não tem qualquer habitante durante a noite. Episodicamente alguns turistas pernoitam numa das casas de xisto que foi recuperada. Há uma outra casa que dá sinais de estar habitada, tem horta ao lado e animais.…

Ler Mais

Ferraria de São João é exemplo

Ferraria de São João é uma pequena aldeia de xisto no alto de uma encosta da Serra da Lousã. Tem poucas ruas é pequena e as casas são quase todas de pedra. Algumas estão rebocadas de branco outras apenas parcialmente. O primeiro piso está com reboco, o rés do chão tem pedra à vista e…

Ler Mais

A fama e o merecido proveito do Talasnal

Antes de conhecer Talasnal tem primeiro de o ver no contexto da serra. Há um miradouro na estrada que quebra a vegetação luxuriante só para nos oferecer uma visão de conjunto de uma das aldeias de xisto com mais sucesso. Nas palavras de Luis Antunes, Presidente da Câmara da Lousã, o Talasnal apresenta uma grande…

Ler Mais

Casal Novo em xisto velho e Chiqueiro com pastor

Casal Novo e Chiqueiro são duas pequenas aldeias de xisto da serra da Lousã. Estão relativamente próximas no alto de uma encosta e têm ainda em comum outras características que as distinguem das restantes. Nas palavras do presidente da Câmara da Lousã, Luis Antunes, enquanto Talasnal, Cerdeira e Candal têm uma forte componente turística, Casal Novo e…

Ler Mais

Caminhar no xisto da serra da Lousã

As aldeias de xisto são uma das marcas da serra da Lousã e quatro estão muito próximas. São também das mais genuínas. Um percurso pedestre permite descobrir Comareira, Aigra Nova, Aigra Velha e Pena e também a serra, as paisagens, a herança da presença humana quando estas aldeias estavam povoadas. O percurso tem cerca de 9km…

Ler Mais

O xisto amarelo e genuíno de Gondramaz

Gondramaz é uma pequena aldeia de xisto a meio de encosta da serra da Lousã. Foi toda renovada e está rodeada de árvores. Encanta os visitantes devido à sua simplicidade. Na verdade é uma rua rodeada de casas pequenas que desce a serra e por vezes se desdobra em pequenas ruelas. O caminho termina com um…

Ler Mais

Que boa vida era a de Martim Branco

Martim Branco é uma pequena aldeia que fica próximo de Almaceda, no concelho de Castelo Branco. Tem pouco mais de duas dezenas de habitantes. A construção tradicional das casas de xisto, concentra-se na Rua da Bica. São cerca de uma dezena de habitações e palheiros. As casas tradicionais são de xisto misturado com seixos e…

Ler Mais

Piódão só é Presépio em época baixa

A Aldeia Presépio perdeu algum do seu encanto porque as ruas estão cheias de visitantes. O espírito de uma aldeia isolada, histórica, inserida num belo contexto paisagístico na serra do Açor foi fortemente condicionado por hordas de turistas. De todas as aldeias de xisto, o Piódão foi, talvez, a que teve mais sucesso e isso também…

Ler Mais

Foz d´Égua é um presente da natureza

Foz d´Égua é um encanto. Uma maravilha escondida na serra do Açor, a cerca de 3km do Piódão e é local obrigatório de visita.

Ler Mais

O renascer de Álvaro e do esqueleto do capitão

O renascer na aldeia de Álvaro tem um duplo significado e uma história de dois séculos.Primeiro vamos ao episódio mais recente. O grande incêndio de Outubro do ano passado que devastou toda a zona circundante e 40 casas de Álvaro. O horizonte começa a dar sinais de renascer mas ainda há manchas de serras cobertas…

Ler Mais

Sarzedas entre a via romana e o centro de BTT

Sarzedas tem numa extremo uma via romana. No outro lado destaca-se um centro de apoio BTT. Entre os a história e a contemporaneidade a aldeia de Sarzedas revela-se afável e com poucos habitantes. Sarzedas faz parte da rede das Aldeias de Xisto e fica num dos extremos do concelho de Castelo Branco. Algumas habitações foram…

Ler Mais

Janeiro de Cima é bonito todo o ano

Janeiro de Cima, no concelho do Fundão, é um tesouro que brilha com o ocre do xisto. Ruas estreitas com pedra escura e inúmeras casas de xisto que foram restauradas transformam a aldeia numa jóia do património das serras que acompanham o Zêzere.

Ler Mais

Aldeias de xisto

Ler Mais