Um banho na praia fluvial mais alta de Portugal – Vale do Rossim, na serra da Estrela

Hoje vamos à praia no alto da serra da Estrela. Em Vale do Rossim, próximo das Penhas Douradas, um dos pontos mais altos de Portugal Continental. E a água não é fria.
site_vale_rossim3_hdrEstamos a mais de 1.400 metros de altitude em frente de uma enorme lagoa azul que quebra a monotonia dos tons escuros do granito e dos arbustos que envolvem a praia fluvial com um ambiente rústico.
site_vale_rossim_1334Numa das encostas há mais árvores, areia e isolamento. É uma das áreas com maior procura porque, além da areia, “há mais sombra e as pessoas têm mais espaço para estarem com as toalhas.” A narração é de Marisa Santos, numa conversa na esplanada do Eco Resort que fica a algumas centenas de metros da zona do areal.
site_vale_rossim_1321Temos uma vista com uma paisagem inédita. Cores vivas das toalhas e dos chapéus de praia contrastam com as encostas da serra e a sombra de árvores de pequena dimensão. Marisa acrescenta que “quando está muita gente é ainda mais bonito, torna-se uma paisagem agradável de ver.”

site_vale_rossim_1340A praia fluvial de Vale do Rossim fica numa lagoa artificial. Uma barragem trava a água no vale que está rodeado de encostas da serra e que nos protegem do vento. À beira da lagoa vemos que a água é límpida e durante vários metros é reduzida a profundidade. site_vale_rossim_DSCF5943O que ajuda a manter uma temperatura agradável. “Até é quente. Tem dias que a temperatura ultrapassa os 20 graus. A altura é baixa e a água como é um pouco parada, não tem muita corrente, torna-se um pouco mais quente. site_vale_rossim4_hdrMais para a frente, como é a barragem, tem mais corrente e fica mais fria. Nesta zona em frente à esplanada é mais calma, não tem tanta corrente e torna-se mais quente”

A praia fluvial tem nadador salvador e nos dias quentes de verão é procurada pelos residentes na serra. Para muitos visitantes é uma surpresa quando se deparam com a praia fluvial no alto da Estrela. site_vale_rossim_DSCF5939Os dois tipos de banhistas são habituais. Os prevenidos e os de improviso. “Há pessoas que conhecem a lagoa e vêm passar o dia. Aproveitam para fazer um piquenique ou comem no nosso restaurante. Também há os que não conhecem e passam por aqui.”

site_vale_rossim_DSCF5971Há ainda os que ficam alojados nas instalações do Eco Resort, nomeadamente estrangeiros que já descobriram o Vale do Rossim. “Sim. Temos um parque de campismo onde abrigamos os campistas ou roulottes. Temos casas para alugar em madeira e yurts.”

site_vale_rossim_yurt_1339Numa das estradas de acesso vemos as yurts, as tendas mongol, com vista para o vale onde segue a ribeira da Fervença com a água libertada pela barragem.
site_vale_rossim_DSCF5958A comporta tem uma passagem pedestre e oferece uma vista panorâmica da lagoa e do vale. Há ainda vários percursos pedestres e outra forma de descobrir a lagoa é num passeio de barco.
site_vale_rossim_DSCF5963Acede-se de carro a Vale do Rossim e esta área da serra pertence ao concelho de Gouveia.

Um banho na praia fluvial mais alta de Portugal – Vale do Rossim, na serra da Estrela faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo