Praia fluvial de Valhelhas: a banhos na serra da Estrela

A caminho de Manteigas, numa das entradas da serra e já com a altitude nos 521 metros, vamos refrescar-nos no meio da natureza. A praia fluvial de Valhelhas é das primeiras a tirar proveito da frescura das águas do Zêzere. O rio aqui ainda é jovem. A nascente fica um pouco mais acima, não muito…

Ler Mais

Pedrógão Pequeno e o pelourinho desastrado

Pedrógão Pequeno faz parte das Aldeias de Xisto mas as casas estão rebocadas de branco. O mais visível é o granito nas cantarias das portas e janelas. O centro histórico está preservado, com o casario a manter a traça original e as ruas de pedra, estreitas a sinalizarem o ritmo da caminhada. Muitas casas foram…

Ler Mais

Foz de Alge e a deslumbrante simbiose com o Zêzere

Um excelente património natural com fugas a praias fluviais e contemplar paisagens únicas do Zêzere e da Ribeira de Alge. O ponto de partida é a Foz de Alge onde a Ribeira que vem da Serra da Lousã atravessa o concelho de Figueiró dos Vinhos e junta-se ao rio Zêzere. No alto da serra, no…

Ler Mais

Janeiro de Baixo entre os meandros do Zêzere

O Zêzere num dos seus meandros abraça Janeiro de Baixo. O rio pode ser visto do alto da aldeia, próximo da igreja. Temos um miradouro que revela a largura do Zêzere e que é ampla. Junto à água há uma roda de pedra que aproveitava a força motriz do Zêzere. Um caminho improvisado desce do…

Ler Mais

A camioneta de três tábuas do Zêzere

Em três tábuas se navega no rio Zêzere, em particular na Albufeira de Castelo de Bode. Já foi a “camioneta” local, agora é mais para pesca e lazer e há apenas um artesão a construir os abrangeis, também conhecidos como barcos de três tábuas. É o mestre José Alberto que vive em Dornes, no concelho…

Ler Mais

Uma Barroca de sensações no roteiro de xisto

A Barroca é uma Aldeia de Xisto, faz parte do concelho do Fundão e a herança do último século deixou uma profunda dualidade.É uma aldeia rural, namora o rio Zêzere que lhe dá nutrientes para alimentar um solo pobre, mas ao mesmo tempo sofre da profunda intervenção do homem na extração mineira. É uma aldeia…

Ler Mais

Janeiro de Cima é bonito todo o ano

Janeiro de Cima, no concelho do Fundão, é um tesouro que brilha com o ocre do xisto. Ruas estreitas com pedra escura e inúmeras casas de xisto que foram restauradas transformam a aldeia numa jóia do património das serras que acompanham o Zêzere.

Ler Mais