O teatro e o convento de Alenquer

O Convento de S. Francisco fica no alto de Alenquer.

É um edifício grande e com a melhor vista da vila.

O convento de S. Francisco no alto de Alenquer
O convento de S. Francisco no alto de Alenquer

 No interior destaca-se o claustro com um pórtico de estilo manuelino.

Pórtico manuelino
Pórtico manuelino

Está classificado como Monumento Nacional.

Detalhe do trabalho decorativo do pórtico
Detalhe do trabalho decorativo do pórtico

É a entrada para a Sala do Capítulo e o pórtico tem figuras em pedra que representam plantas e vários animais: pássaros, leões e bambinos.
site_alenquer_convento_4885As longas arcadas de calcário que rodeiam o claustro têm ainda esferas armilares manuelinas, pequenas capelas e em alguns momentos também roupa a secar.
site_alenquer_convento_estendal_4861Parte das instalações são de um centro de dia e de um lar da Misericórdia de Alenquer.

Claustros do Convento
Claustros do Convento

Colorido é também o jardim que está no centro do claustro e onde encontrei um grupo de jovens da AlenPalco – Companhia de Teatro da Vila a ensaiar Romeu e Julieta.

A peça de Shakespeare vai ser representada este fim de semana e no próximo, dias 11 e 12 de Outubro.

Atores preparam Romeu e Julieta nos claustros do Convento
Atores preparam Romeu e Julieta nos claustros do Convento

Simão Bienart, ator e encenador, não teve dificuldade na escolha do cenário. Achou o claustro “magnifico” e escolheu-o de imediato para cenário da peça. Só depois optou por Romeu e Julieta tendo em conta as caraterísticas do espaço cuja arquitetura e os jardins se adaptam bem à história de Shakespeare.
site_alenquer_convento_4863Por outro lado, considera interessante a representação “ter lugar num espaço que muitas pessoas de Alenquer nunca visitaram”.
site_alenquer_convento_4881Frederico Ferreira é outro dos atores e acrescenta que é provável que muita gente de Alenquer pela primeira vez vá ao teatro e ao Convento de S. Francisco que remonta ao início do século XIII. “Alenquer recebeu o primeiro convento franciscano em Portugal.

Pormenor de uma das capelas
Pormenor de uma das capelas

O frade italiano Zacarias foi o fundador, em 1216, na antiga ermida de Santa Catarina, na parta mais baixa da vila. D. Sancha, neta de D. Afonso Henriques, ofereceu o seu paço real aos franciscanos que ao longo do tempo foram alargando o lugar de implantação.  As obras do Convento só foram concluídas em 1355. A igreja é posterior, só foi concluída no reinado de D. Dinis.
site_alenquer_convento_4872O edifício que vemos hoje é já uma reconstrução do século XVI, no reinado de D. Manuel I, que deixa marcas com o estilo manuelino.

O pórtico e as duas frestas do edificio primitivo
O pórtico e as duas frestas do edificio primitivo

Existem vestígios da construção original, como por exemplo duas janelas” que estão junto do pórtico e foram descobertas nos trabalhos de conservação realizados na década de 80. Na história mais recente, após o final das ordens religiosas, o Convento esteve em ruínas e foi recuperado em meados do século passado.

Relógio de sol oferecido por Damião de Góis
Relógio de sol oferecido por Damião de Góis

Na parte interior do claustro vê-se igualmente um relógio de sol em mármore oferecido por Damião de Góis.
site_alenquer_convento_4877O convento pode ser visitado durante a semana e na entrada para os claustros é obrigatório contemplar o lindo e enorme painel de azulejos azuis e brancos.

Painel de mosaicos na entrada para os claustros do Convento de S. Francisco
Painel de mosaicos na entrada para os claustros do Convento de S. Francisco

Um conjunto setecentista que representa quatro imagens. Duas de paisagens e outros dois mais figurativos. Um retrata passagem pelo Convento dos “cinco mártires de Marrocos” com a Infanta Santa Sancha, (frades franciscanos que morreram no Norte de África em missão de evangelização) e ou outro representa Frei Zacarias. O trabalho é do século XVIII e é atribuído a Policarpo de Oliveira Bernardes.

Vista do Convento
Vista do Convento

O teatro e o convento de Alenquer faz parte do programa da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s