Miradouro do gigante Penedo Durão

Da primeira vez que lá fui, num dia frio de Inverno dos meus dezassete anos, impressionou-me a fúria da corrente do rio, a abundância de aves que pelo tamanho me pareciam irreais, e, porque cenários daquela grandeza, só os conhecia do cinema. Voltei lá no final dos anos 60 e foi uma decepção: em vez…

Ler Mais

Suspensos no Miradouro da Fraga do Puio

Estamos numa plataforma de madeira e vidro. Suspensos sobre uma encosta de granito e o rio Douro que passa no fundo do vale. Suspensos fisicamente e com a respiração suspensa pela força da Natureza. O Douro corre apertado, sereno, depois de ter deixado para trás a barragem de Picote. Reflete cores intensas da luz do…

Ler Mais

O miradouro Casal de Loivos é a varanda de Pinhão

Do miradouro Casal de Loivos contemplamos o vale, Pinhão, o Douro e a vinha a abraçar os montes em forma de cone do outro lado da margem do rio. A par do miradouro da Quinta das Carvalhas, que fica do outro lado do rio Douro, Casal de Loivos oferece uma das mais bonitas vistas do…

Ler Mais

Miradouro de Frei Estevão e da N222

O miradouro de Frei Estevão é um ponto de paragem obrigatório na Nacional 222 em Ervedosa do Douro. O miradouro fica mesmo ao lado da rodovia que namora o rio. É parar e ver de imediato um dos cenários mais bonitos do Douro e que ilustra o motivo porque toda esta área foi classificada pela Unesco…

Ler Mais

Senhora de Lurdes é um dos mais fascinantes miradouros do Douro Vinhateiro

“Devido ao fascínio exercido nos homens pela grandiosidade do vale do Douro, vão erguer pequenos santuários de romaria em pontos notáveis da sua paisagem. Mirantes de contemplação de um lugar mágico”Portugal, o Sabor da Terra; Jose Mattoso, Suzanne Daveau, Duarte Belo. O miradouro de Senhora de Lurdes é uma surpresa. Um dos mais deslumbrantes do…

Ler Mais

O bonito miradouro de Santa Bárbara e do Douro

Diz o ditado popular que só nos lembramos de Santa Bárbara quando troveja, mas aqui, não. É ao contrário. Vale a pena subir (é quase escalar!) o monte e ir ao miradouro ver a paisagem vinhateira a encantar o Douro. A altitude é de 384 metros. Não é muito alto, mas temos uma vista de…

Ler Mais

O Vesúvio do Douro

Uma das experiências mais deslumbrantes para descobrir o Alto Douro Vinhateiro é seguir o rio. De barco, ou de comboio que serpenteia as margens do Douro. De barco há vários cruzeiros, alguns deles com viagens de poucas horas, mas suficientes para nos apercebermos da beleza do rio a espelhar a grandeza dos socalcos da vinha.…

Ler Mais

Um banho na praia fluvial mais alta de Portugal – Vale do Rossim, na serra da Estrela

Hoje vamos à praia no alto da serra da Estrela. Em Vale do Rossim, próximo das Penhas Douradas, um dos pontos mais altos de Portugal Continental. E a água não é fria. Estamos a mais de 1.400 metros de altitude em frente de uma enorme lagoa azul que quebra a monotonia dos tons escuros do…

Ler Mais

Praia Fluvial de Santa Clara numa das maiores albufeiras da Europa

No maior concelho português temos uma das maiores albufeiras da Europa. A grandeza fica completa se acrescentarmos que a barragem de Santa Clara é um reconfortante paraíso na torreira do Verão alentejano. O espelho de água fica no interior do concelho de Odemira, a povoação mais próxima é Santa Clara-a-Velha e toda a área envolvente…

Ler Mais

A gruta do Escoural da natureza e de caçadores

A Gruta do Escoural é um dos refúgios da nossa história e um encanto pela beleza natural do calcário que se mostra robusto em algumas partes, noutros cantos os pedaços estão num equilíbrio periclitante e no tempo de chuva revela que é um abrigo com muitas fissuras. O espaço não é muito grande. A gruta…

Ler Mais

O gracioso Cromeleque de Vale Maria do Meio

O Cromeleque de Vale Maria do Meio é um lugar onde podemos sorrir e ficar serenos com a história dos nossos antepassados. Um passado longínquo. Há 7 a 8 mil anos. Alguns dos 34 menires do cromeleque têm um aspeto gracioso, outros são mais pequenos e com formas distintas e na região de Évora até…

Ler Mais

É amar-te, assim, perdidamente

“É amar-te, assim, perdidamente…” é também a paixão de Vila Viçosa por Florbela Espanca. A poetisa nasceu aqui em 8 de Dezembro de 1894 e foi também em Vila Viçosa que frequentou a escola primária. A sua terra natal não a esqueceu e é evocada de várias formas o que permite fazer um roteiro que…

Ler Mais

Roteiro Tomás da Fonseca

Tomás da Fonseca foi professor, escritor, poeta, republicano, maçon e um homem de ideias firmes que não se deixou submeter aos interesses de ocasião. Teresa Branquinho, responsável da Biblioteca Branquinho da Fonseca em Mortágua, sublinha que a voz incómoda do escritor originou represálias que o afectaram do ponto de vista profissional.   Tomás da Fonseca foi…

Ler Mais

Azinhaga de Saramago é lugar de emoções

Uma mulher veio de Dusseldorf, apanhou um táxi em Lisboa para a Azinhaga, esteve aqui algumas horas e depois regressou à Alemanha. É frequente visitantes chorarem quando tocam nos livros. O escritor a sua obra ainda são uma fonte de emoções fortes. O contexto pode contribuir para uma vivência intensa. A fotografia do Zezito na…

Ler Mais

A torga de S. Martinho de Anta

Há locais fortemente marcados por uma personalidade que ali viveu ou nasceu. É o caso de S. Martinho de Anta, terra natal de Miguel Torga. Nasceu em São Martinho de Anta em 1907 e mais tarde, mesmo a trabalhar como médico em Coimbra, ia regularmente a S. Martinho onde tinha uma casa e passava dias…

Ler Mais

Caminhar no xisto da serra da Lousã

As aldeias de xisto são uma das marcas da serra da Lousã e quatro estão muito próximas. São também das mais genuínas. Um percurso pedestre permite descobrir Comareira, Aigra Nova, Aigra Velha e Pena e também a serra, as paisagens, a herança da presença humana quando estas aldeias estavam povoadas. O percurso tem cerca de 9km…

Ler Mais